SACOPÃ: 70 anos depois, crime ainda repercute!

“O CASAL acima referido teria ouvido posteriormente aos tiros um grito de mulher, grito histérico, agudíssimo. Julgaram os namorados que a pessoa alvejada teria sido uma senhora […] Ele [o declarante] e sua companheira ouviram então, nesta ocasião, uma voz que lhes pareceu de mulher.”

VALENTIM, Antonio. O Misterioso Crime do Sacopã, pág. 239. Maringá: Viseu, 2022.

Testemunhos da história:

“Se não me engano, o saudoso Tenório Cavalcanti foi advogado do Tenente Bandeira nesse episódio”. Gerson Soriano Moreira

“Me lembro desse crime, já visitei o local uma vez”. Ronaldo Silva

“Querendo desenterrar defunto. Isso é pra quem viveu essa época. Essa geração acelerada não olha pra trás”. Jimmy Lennon

“Eu vivi essa época. Conheci a principal vítima desse enredo maldito – o então Tenente BANDEIRA”. Wilson Lima

“Conheci pessoalmente o Tenente Bandeira em 1985/86. Ele se declarava inocente”. Rodolfo Campos Sima Filho

L.s.N.S.J.C.!

DEIXE um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: