Categorias
Uncategorized

GIL, o extra que viajou ao futuro!

GILBERTO Gil, esse talento baiano, orgulho da etnia afrodescendente, além de músico genial, é também viajante no tempo. Em 1983, resolve, na qualidade de extraterrestre que é, visitar o futuro exatamente 36 anos depois. Na Capital do Brasil, ao entrar no Palácio, um lugar que não lhe parecia estranho, o segurança o aborda lhe cobrando o crachá:

“Ora, meu amigo, essa aparência de mero vagabundo é uma coincidência. Deve-se ao fato de eu ter vindo ao teu planeta com a incumbência de olhar a cara da pessoa comum e da pessoa rara, porque a raça humana é uma semana o trabalho de Deus.”

Disse isso e acrescentou:

“Se eu quisesse, entraria aqui sem vocês me verem”.

E, estralando os dedos, some, deixando a equipe de segurança atônita. “Onde se meteu esse cara?”.

Gil tem uma aura clara, mas só quem é clarividente pode ver, o que não era o caso daqueles seguranças de autoridade. Ficou no futuro dois dias apenas e, não gostando do que viu — e de quem viu, mormente –, decide regressar ao presente de 1983 para, como quem quer avisar, gravar esse rock aí:

Gil, o profeta!

Profético!

L.s.N.S.J.C.!

Por Valentim

Escritor paraense radicado no Paraná, Antonio Valentim é autor do livro "O País dos Militares e dos Bacharéis" e de "O Misterioso Crime do Sacopã", este ainda em projeto.
Passeia também pelo canal BLOGUEdoValentim!, do YouTube,
L.s.N.S.J.C.!

DEIXE um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s