EM BRASÍLIA, familiares acompanham embarque de militares da FAB para o Haiti

Vide slides

LÁGRIMAS, abraços apertados dos familiares e um sentimento de saudade antecipada marcaram a cerimônia de despedida dos 115 militares do Exército e da Aeronáutica que embarcaram nesta quinta-feira (29/3), na Base Aérea de Brasília (BABR), rumo ao Haiti. Eles vão integrar o 16º Contingente Brasileiro da Missão da Organização das Nações Unidas para estabilização do Haiti (MINUSTAH). A Força Aérea Brasileira  (FAB) participa da missão com 27 militares pertencentes ao Batalhão de Infantaria de Aeronáutica Especial de Brasília (BINFAE-BR).

Na cerimônia de despedida, comandada pelo Brigadeiro de Infantaria  Rodolfo Freire de Rezende, chefe da Subchefia de Segurança e Defesa do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), esposas, filhos, pais, irmãos e amigos dos militares foram acompanhar o embarque do contingente.

“Ele vai se afastar da família e dos amigos, mas em compensação vai receber em troca a satisfação de estar proporcionando ajuda a um povo que teve o país devastado pelo terremoto. Será um aprendizado pessoal e profissional muito grande. É difícil, mas é um orgulho para a família”, ressaltou Catia Pereira, irmã do Sargento Paulo Robson Pereira Leite.

Silvana Tasso Gonçalves, esposa do Tenente de Infantaria Samuel Frank Gonçalves, comandante do Pelotão da Aeronáutica, também exprimia um sentimento de grande orgulho em relação ao marido,com quem é casada há 5 anos. “Eu sei que ele fará o melhor trabalho possível. Será muito gratificante para toda a família a participação dele nessa missão”, afirmou.  “Acho que  vai ser uma grande lição de vida para ele”, complementou Silvana Gonçalves.

O pelotão da Aeronáutica, composto por 15 soldados, sete cabos, quatro sargentos e um oficial passou por um período de treinamento de oito meses no Brasil. As instruções incluíram palestras, treinamentos e um estágio operacional que simulou várias situações reais com as quais os militares vão se deparar nas ruas da capital haitiana, Porto Príncipe.

O contingente da FAB vai integrar a 1ª Companhia de Fuzileiros de Força de Paz, ao lado dos efetivos do Exército Brasileiro e do Paraguai. Eles vão realizar escolta de comboio, patrulhas a pé e motorizada, e controle de distúrbios.

Os militares viajaram em uma aeronave Boeing KC-137 do Esquadrão Corsário (2º/2º GT). Eles vão pernoitar em Boa Vista (RR) e devem chegar ao país na sexta-feira (30/3) pela manhã. O contingente permanece por oito meses no Haiti.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: