SERVIDORES inativos entram na era das mídias sociais

A PAGADORIA de Inativos e Pensionistas da Aeronáutica (PIPAR), iniciou em 27set. o Projeto Inclusão Digital, que tem o objetivo de atualizar o militares inativos da reserva sobre o uso das tecnologias digitais. A primeira edição do projeto terá a duração de três meses. Serão dois módulos, com aulas ministradas às terças e quintas-feiras, em dois horários pela manhã e dois à tarde.

O Suboficial Reformado, José Carlos Cossa, 83 anos, ostenta com orgulho o título de aluno mais idoso da turma. “Não quero perder o bonde da história”, destaca o suboficial ao relatar motivos que o levaram a integrar o projeto. “O desejo de acompanhar o progresso somado à impaciência de minha bisneta para ensinar-me a ‘mexer’ com o computador, foi decisivo para minha participação no Projeto Inclusão Digital da PIPAR”, destacou o suboficial.

A funcionária civil aposentada Elza Ignácio de Souza Mello, 82 anos, trabalhou por quase 30 anos como digitadora no Sistema de Pagamento de Pessoal da Aeronáutica. “Na época eram utilizados os famosos “cartões perfurados”, conta Elza que vislumbrou neste projeto a possibilidade de familiarizar-se com as novas tecnologias que, cada vez mais, são incorporadas à vida cotidiana.

O Coronel Intendente Mauro Fernando Costa Marra, Diretor da PIPAR, enfatizou a importância dessas ações de capacitação do usuário. Segundo ele, num futuro próximo, há possibilidade da PIPAR disponibilizar via internet  soluções de auto-atendimento que permitirão o acesso remoto dos vinculados aos serviços existentes. “Isso vai diminuir a necessidade de deslocamento até a PIPAR ou a um posto de atendimento avançado”, finaliza o Coronel.
O primeiro módulo do curso destina-se à apresentação dos componentes básicos do computador como introdução básica ao Sistema Operacional Windows, manuseio do equipamento e orientação do uso responsável da Internet e utilização de redes sociais como o facebook e o twitter. A segunda parte do curso vai capacitar os alunos a acessarem os serviços oferecidos pela PIPAR e demais órgãos governamentais.

O  projeto é uma parceria da PIPAR com o Comitê para Democratização da Informática (CDI), que disponibilizou a educadora, e  apoio da Diretoria de Administração do Pessoal (DIRAP), que cedeu as instalações físicas e os equipamentos. (fonte: Comando da Aeronáutica // http://www.fab.mil.br)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: