COMARA inaugura pista e residências em Tiriós – PA

PRESENÇA de brasileiros na fronteira

A COMISSÃO de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA) realizou, na terça-feira (21jun.), a inauguração da reforma e ampliação da pista de Tiriós, localidade que fica no estado do Pará, próximo à fronteira com o Suriname. A pista foi totalmente recuperada e ampliada de 1.600 X 30 metros para 2.000 X 30 metros. Sobre a necessidade de uma pista naquele local, o Major Brigadeiro Odil explicou, em seu discurso, que a pista de Tiriós tem importante função na defesa do País, de apoio ao 1º PEF, e também, para levar cidadania aos nacionais que lá vivem: “Além de beneficiar a comunidade local, a Comissão de Aeroportos da Região Amazônica está estabelecendo mais do que uma relação; estamos estabelecendo a ‘Presença’ brasileira numa localidade estratégica para a defesa do Território Nacional”. A referida relação entre a Comissão e a longínqua Tiriós começou em 1978, quando a COMARA interveio na localidade pela primeira vez. Naquele momento, ela realizou a instalação do balizamento noturno no local que daria origem à pista atual. Para conseguir com que a COMARA pudesse cumprir sua missão – projetar, construir e ampliar a pista de Tiriós, só em 2010, foram voadas 2.226 horas pelas asas das aeronaves C-95, C-97, C-98, C-105, C-130 e H-60. Isso se deu, pois, absolutamente tudo o que há em Tiriós foi transportado pelo modal aéreo, do mais simples prego ao mais complexo equipamento utilizado durante a obra, passando pelos recursos humanos e insumos diversos que vão desde o cimento ao material de subsistência. Além das horas de vôo foi preciso realizar um extenso planejamento logístico, um controle estratégico e um acompanhamento intenso do que estava sendo construído, reforçar a integração com a comunidade local e com o Exército Brasileiro e criatividade, dedicação e empenho de todos os envolvidos com a missão. Próprios Nacionais Residenciais Fora a pista, a COMARA inaugurou ainda, a obra de construção de Próprios Nacionais Residenciais e da Insfraestrutura Básica do 1º Pelotão Especial de Fronteira (PEF) de Tiriós. Segundo o Comandante da 8ª Região Militar, General de Divisão Carlos Roberto de Sousa Peixoto, impressiona ver a vila do PEF com as casas prontas. Ele conta que quando assumiu o comando em abril do ano passado, havia somente duas casas naquela rua e agora estão todas finalizadas e próprias para o uso. Para ele, “essas casas vão facilitar muito a vida dos militares que moram na localidade” e que agora poderão ficar mais próximos de suas famílias. Além das casas, a Comissão construiu uma garagem, a caixa d’água e a rede de iluminação pública da vila de residências. (Fonte: COMARA – www.fab.mil.br)

LOUVADO seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

4 respostas para “COMARA inaugura pista e residências em Tiriós – PA”.

  1. Saudades de Tiriós. Em 1974, ficamos 30 dias em Tiriós, com um UH-1H voando nos arredores e jogando bola com os índios a tardinha. Tenho algumas fotos dos indios e da aldeia. Naquela época a pista era de grama e recebia a visita a cada 15 dias de um C-47 ou Catalina de Belém. A FAB tinha 2 sargentos radio telegrafistas que ficavam por seis meses destacados em Tiriós. Nesta época pousou lá um C-130 do RJ. Na decolagem afundou um trem de pouso num buraco, a hélice de um dos motores bateu no chão e tiveram que buscar uma equipe do RJ pra trocar o motor e hélice do C-130.

    Curtir

    1. Obrigado, amigo Valnei, pelos comentários. Todos esses anos de Fab realmente foram marcantes na nossa vida.

      Curtir

  2. Obrigado, amigo Valnei, pelos comentários. Todos esses anos de Fab realmente foram marcantes na nossa vida.

    Curtir

  3. Tiriós lembra o frei José, um cearense bom de tiro.Com ele treinava aferição da luneta do meu rifle.
    A caminhada até a fronteira dava uns 18 km e para trazer um porco do mato abatido tinha que suar muito.

    A irmã maria José, mineira conversava muito também.

    Curtir

    1. Somente duas instituições, caro amigo, se dispõe a ir tão longe: a Igreja e os militares.

      Curtir

  4. Somente duas instituições, caro amigo, se dispõe a ir tão longe: a Igreja e os militares.

    Curtir

DEIXE um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: